Entendeu a Parque Escolar, não sem o acordo da autarquia arouquense, no processo de requalificação da Escola Secundária de Arouca (ESA), há pouco mais de uma década, transferir a entrada da escola da Avenida dos Descobrimentos para a Avenida 25 de Abril, criando uma “magnífica” entrada para este equipamento público.

Esta opção, muito questionável ao nível da gestão do tráfego urbano, uma vez que bloqueia uma das principais vias de acesso à Vila – obrigando a uma requalificação da própria via pública -, congestionando diariamente o tráfego rodoviário, nos principais momentos de entrada e saída dos alunos na ESA.

Agora, passados uns quantos anos, está a ser feita uma nova intervenção num espaço ainda há pouco intervencionado. Tratar-se-á de falta ou mesmo de mau planeamento? Terá havido algum cataclismo ou novidade que justifique a intervenção? Será que os fundos públicos não resultam de impostos pagos a montante ou a pagar a jusante?

Já é tempo do planeamento público local seguir o sábio exemplo do carpinteiro experimentado – medir muitas vezes para cortar só uma.

Arouca, 18 de Março de 2022

A Coordenação Concelhia de Arouca da CDU